Oi! Escolha uma opção para entrar

Nunca postaremos nas suas redes sociais

Se preferir, entre com seu e-mail

Esqueceu sua senha?
Não tem conta? cadastre-se grátis

Preencha o formulário abaixo para finalizar seu cadastro:


Pinheiros é o novo polo tecnológico de São Paulo, revela pesquisa

Por Redação

em Tech

3 meses atrás

Áreas da Avenida Paulista, Vila Olímpia, Itaim Bibi e Brooklin também estão no ranking

São Paulo é a capital dos negócios no Brasil, e no quesito tecnologia não é diferente. Com o objetivo de identificar os principais bairros que concentram as empresas inovadoras, a Revelo, que conecta profissionais de excelência a empresas inovadoras, desenvolveu um mapa de calor, a partir da atividade de empresas cadastradas na plataforma da Revelo e que estão localizadas em toda a cidade. A intensidade da cor, sendo verde menos intenso, e vermelho mais intenso, reflete o nível de atividade dessas empresas na contratação de desenvolvedores.

O estudo foi realizado utilizando cerca de 500 empresas na cidade de São Paulo e a lista dos top 10 bairros que mais enviaram convites para desenvolvedores está abaixo:

“Analisando o mapa podemos ver que existe uma tendência de inovação e aglomerados de empresas de tecnologia em três grandes regiões: Pinheiros, Avenida Paulista, região da Vila Olímpia e Itaim Bibi”, explica Lucas Mendes, cofundador da Revelo.

Pinheiros é destaque

O destaque fica para a região de Pinheiros, que já se tornou um grande polo tecnológico, atraindo diversas startups para o bairro. A atmosfera “cool” do chamado Baixo Pinheiros, abriga empresas como Liv Up, GymPass, Lawsoft, ZBRA Soluções, Worldpackers e Lumini IT Solutions, e desperta o interesse de jovens que buscam empregos em lugares criativos e com um propósito de vida.

A região da Vila Olímpia e Itaim Bibi, onde existem grandes coworkings como o Cubo, centro de inovação do Itaú, também se desenvolveu como um grande centro de inovação de São Paulo.

Já a Avenida Paulista, por ser uma região muito central da cidade de São Paulo, concentra muitas empresas e startups. Porém, não entrou no top três das regiões com maior número de players em tecnologia. Mesmo assim a região, cartão postal da cidade, ainda recebe grandes coworkings, como a WeWork, maior coworking do mundo, e o Inovabra, ecossistema de inovação colaborativa do Bradesco, que se instalaram nessa região e fomentam ainda mais o setor de inovação.

“Um dos principais fatores que fazem com que essas áreas sejam povoadas por grandes empresas de tecnologia é a facilidade de acesso. Todo o caminho da Avenida Paulista, seguindo para Pinheiros, e descendo pela área do Largo da Batata é recheado por linhas de metrô. Além disso, são regiões jovens e de fácil acesso a bares, restaurantes, universidades e opções de estudo e lazer”, comenta Mendes.

Localização facilita

Além dessas três regiões, a Revelo destaca a área próxima da Marginal Pinheiros, perto da Universidade de São Paulo. Ali ficam localizados o Villa Lobos Office Park, condomínio que abriga empresas de tecnologia como o iFood e o Vista Verde Offices, prédio que abriga Apto.vc e WebGados, entre outras startups. “Podemos destacar também a área do bairro do Brooklin, onde está localizada a Microsoft, e empresas como Orion Digital, Case Imagine e Geofusion”, completa o cofundador.

Dentro da região de Pinheiros, os profissionais mais procurados para atuar no segmento de desenvolvedores são Full-stack, com 39,21% das procuras, seguido por Back-end (33,72%), Mobile (13,58%) e Front-end (11,78%). Na análise geral do mapa de calor, os profissionais mais procurados são Full stack, com 36,93% e Back-end, com 36,13%. Depois disso vem os talentos em Mobile (13,63%), Front end (11,49%) e Product Owner (1,82%).


Receba grátis as principais notícias do setor de TI

Newsletter por e-mail