Home > Colunas

Você sabe a diferença entre conselho e recomendação?

“Nenhum inimigo é pior que um mau conselho” Sófocles

*Luciano Salamacha

19/02/2020 às 22h14

Conselho de administração da Oi aprova início das negociações para quitação de dívidas
Foto: Shutterstock

Conselho é uma análise, uma reflexão que você oferece a alguém. Já recomendação é uma palavra muito forte. “Re” do latim significa intensidade, “co” significa junto e “mandare” é confiar a alguém, determinar um caminho para encontrar uma solução. Ou seja, recomendar é adotar juntos e intensamente uma linha de confiança.

É por este motivo que uma recomendação tem uma força muito grande na vida das pessoas. Listei medidas para você estar apto a fazer boas recomendações a alguém.

  • Respeite a escala de valores do outro. Não tente impor a sua “régua” ao mundo
  • Não espere que as pessoas se comportem como você. Cada um tem o seu jeito de agir
  • Cuidado. A pessoa a quem você está recomendando algo pode entender que você é uma autoridade e a sua recomendação pode ser entendida como uma ordem
  • Deixe claro que outra parte não pode tomar a sua recomendação, isenta de responsabilidade num contexto que é só dela. Você recomenda, mas quem decide é o outro
  • A sua recomendação deve ter o foco e o objetivo no resultado final. A recomendação deve dar bem-estar, sucesso e felicidade à pessoa. A forma como ela vai agir é, de fato, opção dela

Ainda tem dúvidas, se deve ou não recomendar algo a alguém? Confira algumas reflexões que podem ajudá-lo nessa decisão.

  • Se você quer o bem-estar do outro arrisque-se em dar suas recomendações
  • Recomendações devem ser dadas a quem você tem uma relação pautada em confiança. Aos que você conhece superficialmente dê conselhos, que são análises, uma linha de raciocínio

E sobre aquele velho ditado “se conselho fosse bom, não se dava, mas vendia”, nada pode ser pior que mercantilizar uma atitude humana que é doar-se, dar seu tempo, seus ouvidos e sua sabedoria ao próximo. Conselho é bom sim, quando dado com amor, com vivência, com bons exemplos. É dar um pouco mais de si para que o outro encontre clareza em sua vida.

*Luciano Salamacha é doutor em Administração e mestre em Engenharia de Produção. Preside e integra conselhos de administração de empresas brasileiras e multinacionais, Atua como consultor e palestrante internacional. É professor da Fundação Getúlio Vargas em programas de pós-graduação. Recebeu da FGV o prêmio de melhor professor em Estratégia de Empresas nos MBA’s, por sete anos seguidos. 

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter Newsletter por e-mail